sábado, 16 de julho de 2011

Tiro na nuca

Crasso

O dinheiro que paga o desenvolvimento de um país, pode ser gerado, também  por dívidas externas. Aquele dinheiro vindo de fora, emprestado por espertinhos da grana solta. Muita gente não sabe disto, na certeza que, somente o Brasil tem dívida externa.

Pois bem, os EUA tem mais vinte trilhões de dívida externa. Destes, três trilhões é título público comprado pela China. Tudo bem se os EUA tivessem condições de pagar os juros destes títulos, além dos outros tantos vendidos, até para o Brasil. Estão pela hora da morte da briga política e interesses pessoais  que , também, existe por lá.

O povo dos EUA odeiam Bin Laden e acham que sua morte iria resgatar algum bilhão desta dívida mas só fez gastar mais e mais com suas guerras, geradas pelo medo de novos ataques.

Guerras não são feitas somente com invasões. Isto ficou claro com os ataques de 11 de setembro. Com bem menos, uma estratégia pode ser mais eficaz que bombas e canhões apontados para civis.
Quando o romano Crasso, lutou contra os partos, comandados por Surena Parthian, teve uma surpresa. Simulando uma fuga, montados em seus corcéis, os soldados partos trouxeram os romanos em sua perseguição. Qual não foi a surpresa, quando estes, em fuga, viraram-se nas celas e uma chuva de flexas dizimou os romanos. E, Crasso vencido, ainda teve ouro derretido guela abaixo.

Novidades nas estratégias de guerra, ainda fazem diferença. A estratégia da China, em ser a maior credora dos EUA, pode ser uma delas. E, com chinês o tiro é na nuca, perigando ter ouro guela abaixo.

Um comentário:

Jota Effe Esse disse...

Eu quero é mais que os States se danem na China! E nos deixem em paz. Meu beijo.