sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Caiu do cavalo

O Velhaco, conhecedor das vaidades humanas, das quais ele também é protagonista, deu corda para Nelson Jobim, Ministro da Defesa. Alimentou a megalomania do homem, dizendo que ia comprar aviões supersônicos, construir navios atômicos, o escambau. Foi cozinhando a certeza do cumpanhêro com o riso no canto dos olhos. Mudou o governo e Dilma cancelou tudo.

Desde que os EUA perderam dinheiro em guerras árabes , devendo a todo mundo, o Brasil também perdeu um pouco da paranóia. O bastante para adiar a gastança. Mesmo porque o tipo de guerra, hoje, é outra como  se viu no ataque aos computadores das fábricas de energia radiotiva  do Irã. Talvez seja melhor selecionar os jovens de dezoito anos pelas habilidades em invasões nos computadores alheios do que pela saúde física, necessária para ser bucha de canhão.


Nelson Jobim é de uma geração que tem dificuldade em digerir os novos tempos, ciente de sua sapiência e inteligência superior, quando confrontada com estas mulheres que tiveram a petulância de ultrapassar as barreiras da discriminação cuja geração do ministro , ainda é detentora. Infelizmente para ele,  se a mulher fala muito, conforme ele disse, é porque o seu cérebro tem maior desenvolvimento na área específica. Pior para ele que falou demais e caiu do cavalo pois quem manda soltar a burra não tem mais as vaidades dos fofoqueiros de plantão.


Tá por fora? Então, klika

4 comentários:

DO disse...

O ego dele consegue ser maior que seus quase dois metros de altura. O cara é muito inteligente,mas não tem humildade alguma. Bjo

claudete disse...

Rssssssssss voce é ótima Magui, ataca nos flancos e descreve com propriedade os acontecidos. Acho que ser inteligente passa também pelo "domínio" da língua, rssssss em todos os sentidos. beijão.

Anônimo disse...

MUITO IRADO TEU BLOGUE
http://www.extraclassificados.com.br/

Classificados Gratis disse...

muito legal teu blogue