domingo, 27 de novembro de 2011

A Queda da Bastilha


                       
O Rio de Janeiro , além dos grandes rios de sujeira vindos dos crimes, consumo de drogas e afins, costuma produzir políticos inúteis para a nação.Um deles, mantém-se no topo das notícias com idéia fixa na sexualidade das pessoas. Com palpites, trazidos de tempos em tempos com roupa nova, ele aparece em noticiários, em programas na televisão, em debates sem noção, mantém-se no topo e acaba sendo reeleito pelo semi analfabetos, aqueles que não sabem ler nas entrelinhas e , portanto, não seguem as trasnformações da humanidade. O resto do país é obrigado a conviver com este tipo de gente, sem merecer o afrontamento da doença mental do camarada.

Jair Bolsonaro,deputado federal pelo RJ, ex milico defensor dos militares torturadores da época da ditadura, vem a público generalizar sobre a sexualidade da presidente da república. Com ele vem os detratores da honra alheia sedentos em difamar, com outras letras, seja quem for.

Há décadas, uma mulher que não siga a cartilha machista, misógena de preferência, que enfrenta o sistema imposto e definido como feminino, é tachada de mal amada. Rosemarie Muraro já dizia na década de setenta, que a verdadeira mulher é aquela que se vê e não a que se espelha na cartilha do sistema.

Ler que este bestunto, eleito pela escumalha, enfiado guela abaixo dos brasileiros por culpa e glória dos eleitores do RJ, dizer que Dilma Roussef é  gay, me lembra os tempos em que a mulher era definida como puta ou pura. Esta terceira opção demonstra avanço. Não passa na cabeça de determinados macacos bípedes, que existem mulheres fora da compreensão de quem possue apenas a cartilha imposta pela famigerada civilização judaico-cristã.

Que se conformem, a Queda da Bastilha não tem volta. Daqui para frente, que procurem achar outro estilo de vida. As mulheres verdadeiras querem o Poder. Com ele, está em curso a maior  revolução jamais pensada nos milênios da humanidade. O tempo da mordaça, do ostracismo imposto a qualquer custo, do leque infinito de violências , do impedimento ao acesso à informação, ao cinto de castidade moral e físico, do discurso proclamado e sacrimentado pelos filósofos, cientistas , religiões e seitas sobre a inferioridade da mulher  A C A B O U.

Se algumas ainda sujeitam-as a ser carne de consumo para os paladares do sistema , não quer dizer que, por baixo dessas águas turvas, não corram rios de transformação, lideradas por mulheres de pulso e  sem nenhum cabimento para teorias decadentes e em trânsito rápido para ser , apenas e tão somente, parte da história da humanidade.

Quem viver verá !



Em tempo: O título do texto, também, poderia  ser Comendo pelas beiradas ou Arranquem as calças pela cabeça

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Monkey forever

Mais uma decisão aparece para piorar as nossas vidas. A ANEEL criou faixas de valor para o consumo da energia elétrica. Durante o dia o consumo será considerado a preço normal e à noite mais caro.O preço mais baixo é na fase entre dezessete e dezenove  horas, exatamente quando a população está em trânsito , voltando para seus lares, desligando as luzes dos escritórios. Acho piada  - de mau gosto, diga-se de passagem - tratar o fornecimento da energia elétrica doméstica e industrial, dentro do mesmo patamar.

Mas o que me deixa pasma é a ignorância dos costumes vividos nas famílias, principalmente  pelas mulheres na dupla jornada de trabalho. É à noite que as mulheres colocam as roupas na máquinas de lavar, por exemplo, para ganhar tempo.E, lembrar que todos chegam do trabalho e vão tomar banho e o chuveiro é  o maior consumidor de energia.Isto  é costume  mas os especialistas em tirar dinheiro do povo não sabem ou não querem saber. Ou estão alheios aos reclamos do povo. Gente que entra e sai de suas casas sem saber como ela funciona.


Não sei se a população está a par  que, o gás dos condomínios fornecidos nos cilindros são cobrados ao preço industrial.Quer dizer que , o uso doméstico do gás é maior quando vem nos cilindros e não nas botijas. Agora, mais uma vez, o uso doméstico da energia elétrica vai ser tratado como  o industrial ou de serviços.

O que os fornecedores precisam é criar diferencial de preço entre o uso doméstico e o uso industrial e de serviços. O que se faz necessário é deixar o uso doméstico  pagar sem computar o lucro, diferença substancial no fornecimento comercial.

Mas o mais do mais é o brasileiro parar de copiar os Estados Unidos da América, país diferente do nosso e com necessidades e dificuldades no fornecimento de energia diverso do Brasil. Este povinho vai estudar nos States e volta com cabeça feita, pensando que tem tudo a nos ensinar, meros macaquitos tropicais.

Vou fazer o meu protesto junto a ANEEL. Se não der em nada, pelo menos não morro de câncer no esôfago.

Não leu a respeito? KLIKA 


Em tempo: Em aditamento ao texto de 18 /11, abaixo : O problema para acessar o UOL,Terra ,Globo e R7 foi resolvido. Não foi o técnico para o qual mando minha máquina mas o do UOL. Como ainda tenho direito ao MAcfee até dia 02 de dezembro, pedi mais uma orientação do UOL e resolveram a questão. Que maravilha falar com o rapaz e ser entendida, depois de tanto tempo !

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Problemas no Velox

 Não sei se está sendo noticiado nos portais Terra, Uol, R7 e Globo sobre um problema , que dura oito dias, onde uma central do Veloz / Oi está impedindo a transmissão da internt de forma completa para a nossa região. Também não sei onde fica essa central.
Os portais que citei acima não conseguimos acessar em toda a grande Vitória, pelo menos.  Quando abre a página , aparece uma central de internet e pop up de anúncios .
                                     
Descobri sozinha, telefonando , questionando aqui e ali, pelo telefone. Até que o atendimento Velox deixou a voz, dizendo que há problema cuja solução é para tempo indeterminado.Cheguei a mandar o molden para o técnico que cobrou quarenta reais mas não mudou nada, óbvio.Ele sabe de tudo, está a ganhar dinheiro com os neófitos e não me devolveu o dinheiro. Estou pensando em passar lá para ter uma conversa; não exatamente pelo dinheiro mas pela ética da coisa. Ando meio reticente em enfrentar problemas pois acabo ficando nervosa, visto , muitas vezes, não ser entendida por esta gente espertinha mas de cérebro curto. Ando cansada com gente que não entende o que é falado,  sendo preciso procurar palavras bem simples ou formação de frase obtusa para ser entendida. Pensando melhor eles sabem e fingem que não sabem, que não estão entendendo  para levar vantagem. Não existe bobo nesta área mas patos como eu.

Ás vezes, o sinal  cai ou, apenas, aparece na tela o aviso da impossibilidade de abrir a net. Eu acho a internet uma coisa bem complicada e longe do ideal.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Piada de português

                            
Os portugueses, aqueles que nasceram em Portugal e não os burraldos da vez, ofereceram sua vingança contra os brasileiros, no molde linear de seus neurônios. Esqueceram-se que Portugal vai por ladeira abaixo na economia e muitos nacionais fazem meia volta em direção ao Brasil.

Criaram um desenho animado onde, a que seria, a mulher, é psicóloga, prostituta e tem sotaque brasileiro.
Questionados, disseram que é humor negro e que nem todo português é padeiro como sói ser considerado no Brasil. 

Ainda há quem se ofenda...

Comparar prostituta com padeiro só pode ser piada de português !

Não viu? KLIKA

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Flor na Espada de São Jorge

          
Em toda minha vida , jamais vi uma flor na planta Espada de São Jorge.
Eu tenho um vaso no jardim de inverno, dando  para as  janelas dos quartos . Como bate sol indireto, a não ser ao meio-dia, procurei plantar samambaias e orquídeas . Mas no canto, onde nunca bate sol está o vaso com a Espada de São Jorge. Está ali apenas porque não quis jogar fora, eis que vi, uma vez, um vaso em algum banco e estava muito bonito.

Para minha surpresa, nasceu uma flor depois de anos. Notei que uma noite, um perfume delicioso entrava no meu quarto.Pensei que vinha das orquídeas  mas era daquela haste com florzinhas brancas, levemente esverdeadas, lá no cantinho da parede.


A natureza por estas bandas é maravilhosa e bendita sejam suas belezas sem fim.



domingo, 13 de novembro de 2011

Tirei esta foto daqui: KLIKA
                       
Se não houvesse quem comprasse não haveria quem vendesse.
Só não sei como a essa gente ainda tem nariz e pulmão.

Por conta da escolha dos  viciados, o povo todo paga muitos preços e sem escolha.

Tá por fora? KLIKA

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Derruba tudo...

Esta está de pé

                               
Vão demolir as cavalariças da época do império, na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro, para fazer estacionamento, visando a Copa do Mundo 2014.

Estas instalações não pertencem apenas aos cariocas mas à história do Brasil. Quero juntar-me aos protestos da população contra a demolição.

O superintendente do Iphan disse que o local não é relevante o bastante para não ser demolido.

Este fato lembra- me de outro em Vitória-ES, no final dos anos 1970. Havia uma casa do tempo  de Vasco Fernandes Coutinho, primeiro donatário do Espírito Santo.Vitória tem a parte alta, onde os primeiros moradores se instalaram como defesa de ataques dos índios Goitacazes e dos estrangeiros. Inclusive franceses e  holandeses foram repelidos dali. São pequenas casas feitas com ossos e óleo de baleia, misturados à terra no sistema pau-a-pique. Ainda restam algumas , modernizadas por dentro mas com fachada preservada.Destaca-se a igrejinha  transformada em museu.

Uma delas, muito mal tratada, foi comprada nos anos 1970,por um arquiteto mineiro que fez  restauração caprichada e trabalhosa.
Então, o presidente do Tribunal de Justiça, promoveu  desapropriação da casinha , junto com outro terreno vizinho para construir novo Forum. Fizemos uma manifestação contra a demolição da casa, mantivemos plantão dias e noites. Em uma noite de muita chuva, tivemos que sair do local e a autoridade do judiciário capixaba, aproveitou nossa ausência e mandou passar o trator. Na manhã seguinte só restavam escombros.  Quando um reporter perguntou porque tinha feito aquilo e não mandado tombar, ele respondeu:

- A casa estava naturalmente tombada ...

No local mandou construir um prédio horrendo, de granito preto para sediar o Forum civil.Parece um mausoléu, o que é afinal   para  a justiça distante do povo e seus anseios. Passei muita raiva naquele edifício mal assombrado.

Sobre a demolição das cavalariças reais : klika

Sobre Vitória- ES: Klika

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Morte aos bichanos...

                         

É interessante pessoas defenderem os animais de rua, como os cães e gatos. Eu me pergunto  se essa gente lembra que os gatos comem passarinhos.
Depois, porque o poder público não pode fazer o controle desses animais se o faz com os mosquitos da dengue, dos carrapatos, dos marimbondos ?  Cães e gatos também transmitem doenças mortais.

Tem gente que não percebe que cães e gatos de rua não possuem predador e , portanto, precisam ser monitorados, sim.Quando apareceram mortos dezenas entre as centenas de gatos de um parque no Rio de Janeiro, até o Ministério Público local levantou as orelhas.Fiquei pasma com tanta sandice.

Pois apareceram dois gatos na minha vizinhança.Eu fiquei sabendo porque os sabiás e bem-te-vis das árvores das redondezas começaram, à noite, a   piar alto e Brisa latiu nervosa, ouriçada, de orelhas em pé,  para a rua. Fui lá fora saber a razão e dei de cara com os gatões.

Eu consegui que a prefeitura acabasse com a gataiada que vivia por aqui o que fez aumentar muitíssimo o número e a variedade de pássaros, do qual fiz até um texto.

Pois bem , já juntei um monte de pedras e hoje, começa a minha caça. Se eles não tem predador, vão achar um. Vou usar o princípio da minha vizinha, que adora gatos. Ela disse que, se eu acertar uma pedra neles, eles ficam ofendidos e somem.
É prá já...

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

As faces da mesma moeda

Isto foi descartado pelos uspeiros
                               
A morte do cinegrafista da Band, no confronto da polícia com os bandidos no Rio de Janeiro é mais uma etapa horrenda do ponto em que chegou aquele lugar.

Pior ainda são os bandidos da USP, supostos estudantes universitários,  invasores e destruidores  de locais públicos, com caras cobertas qual os mesmos bandidos nos morros cariocas. 


O pano de fundo é o mesmo; as drogas, seu uso e comércio e o confronto com a autoridade policial, braço armado do estado ao impor a lei.

Ambas as cenas, são contra a sociedade que trabalha e procura levar este país adiante. A idade é a mesma e todos são marionetes dos mesmos manipuladores ; os traficantes.

Espero que, no futuro, nenhum deles dê entrevista em canais, pretensamente de vanguarda, na televisão à cabo...

sábado, 5 de novembro de 2011

Boatos e verdade de ZZ.

Foto tirada DAQUI
                                   
A internet é lugar para idiossincrasias de gente difícil. Ora, isto quer dizer   a maneira particular ou própria de cada pessoa ao sentir, ver, e/ou reagir às coisas.Em alguns casos, é pretexto para ataques de gente mediocre contra tudo e todos.Tem gente muito doente , andando por aí. Na vida real - quem sabe? - este é o motivo de tantos crimes, principalmente em grandes centros. Sem ter como tratar seus motivos, passam a agredir com palavras na net ou pessoalmente.Seria doença social falar mal de tudo e todos? Não sobra ninguém? 

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Lula , o cancer e as novidades

                             
Com o episódio do cancer de Lula e o fecha que estão fazendo sobre  ele, caiu minha ficha para outro semelhante.

Meu avô Vicente teve cancer na laringe, aos cinquenta anos, quando morava em Pium-y, Minas Gerais. Sua família foi uma das fundadoras da cidade.Vovô  foi estudar medicina no Rio de Janeiro, entre o fim e começo dos séculos 19 e 20, porque seu pai, Chico Ferreira, fundara a Santa Casa e precisava de um médico.Minas Gerais não tinha escola de medicina. Durante muitos anos foi o único médico na região. Seus filhos nasciam em cidades diferentes. Meu tio nasceu um dia após chegarem a Pium-y, a cavalo. Meu pai nasceu em Bambui. Uma cama  foi parar lá em casa e tinha escrito Guia Lopes. Até hoje minha atenção é despertada quando ouço falar em Pains e Formiga.Quando passa  Bambui no anúncio da Globo admiro-me de papai não ter nos levado lá para conhecermos aquela belezura tão barroca. Ele alfabetizou minha avó e todos seus  oito  filhos, antes de mandá-los para estudar em Formiga e São João del Rey. Era meu avô quem fazia as autópsias, os discursos, os partos, os atendimentos aos leprosos, abundantes na região. Na gripe espanhola ele chegava em algumas casas onde todos haviam morrido. Nunca pegou nenhuma doença. Minha prima disse-me um dia, que soubera, ter sido uma fera e autoritário. Por cobrar pouco ou nada, recebia um Nossa Senhora lhe pague, Deus lhe pague, como pagamento.Já vetusto, com filhos bem criados e saúde , quando alguém se espantava ele dizia que era Nossa Senhora fazendo o seu pagamento.Às vezes, quando alguém me faz um grande favor e não me cobra nada, eu conto esta parte da vida do meu avô.Seu filho, mais velho,foi político e papai dizia bastar um bilhetinho do vovô para elegê-lo.Deve ser verdade porque quando titio virou comunista e vovô não pediu votos para ele, ele perdeu as eleições e sumiu da política.    Meu primo Vicente  (também) escreveu um livro sobre ele e deu o nome de Vovô Xará.

Pois bem , quando ele teve cancer na laringe e teve que se mudar para Belo Horizonte para fazer tratamento, seus inimigos caíram sobre ele como abutres.Escreveram artigos medonhos no jornal da cidade, babaram na gola seus venenos como hoje fazem com Lula. Então, vovô escreveu um livro em resposta no estilo J'e acuse , a resposta de Victor Hugo aos seus inimigos.

A mesquinhez da oposição sobre Lula, fez cair a ficha do que ouvi na minha infância e toda a extensão e falta de novidades. A humanidade é a mesma, nada mudou sob o céu de Abrantes.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Clareamento dos dentes


                         
Fiz clareamento nos meus dentes. Caseiro. Isto quer dizer que o dentista fez a moldeira de silicone e forneceu o líquido para colocar nela. À noite usei a moldeira com o líquido. Usei cinco noites e, como o líquido acabou e estava marcado o retorno ao dentista, fiquei duas noites sem usar. Repeti a dose por mais cinco dias. O líquido vem em  seringa de 3mg.Tudo nacional.Não precisei repetir. O uso fica de oito a vinte dias mas achamos que já estava bom. A diferença foi sensacional e, semana que vem vou fazer o acabamento.
Tudo o que falam é mentira. Nada de sensibilidades, nada de queimação.
Uma conhecida já me ensinou onde vende o material e eu poderei fazer novo tratamento sem precisar pagar a fortuna, que eu paguei, para minha dentista.Tudo poderia ter sido feito em casa, com venda generalizada em formulário explicativo. Mas... Isto é poder  e dinheiro. Recomendo.

Detalhes? AQUI

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Lula e o câncer na garganta

- Fumando, espero ...
                         
Lula está com câncer na garganta. Prato cheio para os seus inimigos e hordas de invejosos saltarem sobre ele. Aquele tipo de recalcado, frustrado, falido que só tem espaço para escrever coisas ruins, injúrias, venenos sobre outras pessoas.Vitoriosas de preferência.

Quando eu recebi a notícia nem me importei. Primeiro porque não é da minha conta. Segundo porque ninguém está livre de ficar doente.E, por último, porque conheço outras pessoas que tiveram câncer na garganta, uma com tratamento pelo SUS, e estão, por aí, mais saudáveis do que eu.Nem todos eram fumantes.
                                  
Meu avô Vicente, médico quando somente 6% da população sabia ler, formado no Rio de Janeiro porque não havia faculdade de medicina em Minas Gerais, morreu com 106 anos. Teve câncer na laringe aos 50, lá pelos idos da década de trinta do século passado. Pelo que eu guardo de ruim, foi meu pai contar que , orador de sua turma de odontologia, teve que ir à formatura, fazer seu discurso, saindo do hospital e voltando logo após. É verdade que sobrou para seus oito filhos, todos homens, pois nenhum nunca fumou.

Tem gente que gosta de um drama...