sábado, 3 de dezembro de 2011

Bomba relógio pronta para detonar

                              
A propaganda do sistema conta que o homem está pronto para a monta desde a adolescência até a idade vetusta, sem interrupção ou interregno. Portanto, não precisa de reposição hormonal como a mulher, esse traste depois dos quarenta. Para contraditar a propaganda, a mulher se presta a qualquer negócio.Inventaram a reposição hormonal e muitas aderiram de imediato. Algumas ficam brilhosas, lembrando aquele oleado de antigamente usado nos caminhões para proteger a carga. A indústria farmacêutica lambe os beiços e os médicos babam pelos cantos da boca, fazendo propaganda do produto e dando o endereço de seus consultórios.

A segunda etapa do plano, porém não deu certo.Foi quando quiseram trazer os homens para aderirem ao discurso. Mas o medo de piorar o desempenho sexual foi maior.É preferível ficar com pouco do que com nada.Com essa recusa em aderir ao plano,os cientistas  foram obrigados a procurar argumentos a favor mas descobriram que os homens estão certos.

Descobriram o que não é preciso cientista para descobrir. Ora, se a pessoa envelhece, o corpo muda  segundo as necessidades da idade. Se a idade da procriação acabou, os hormônios ( relacionados) diminuem de produção para ambos os sexos e a vida toma outro rumo. Aposentados do trabalho não o são da vida. Em tempos em que a média de vida passou dos setenta, é preciso encontrar outra forma de movimentar o corpo ou mente sob pena de falência de ambos.

Só os cientistas não sabiam que , se o corpo não precisa de tais hormônios e os enfiam agulha abaixo, o corpo continua rejeitando e quem sofre são o fígado, os rins e os órgãos reprodutores, estes antes usuários deles.

Resumindo: descobriram que a reposição hormonal, querendo forçar o corpo a não aceitar as mudanças do tempo,aumentou os índices de câncer no fígado,nos rins , no útero e na próstata.As doses de hormônios não são aproveitadas como de forma natural  mas são secretadas , causando lesões e levando ao câncer.

Eu acho que, finalmente, está explicado porque os homens possuem quatro milhões de neurônios à mais do que as mulheres. Com certeza é para desconfiar, sempre, deles mesmos. Ainda bem.

Quer mais informação? KLIKA

3 comentários:

Beth disse...

Também não sou adepta da reposição hormonal, forçada, resisto mesmo.
Não é entregar os pontos, é entender que há outras formas de acatar mudanças que a menopausa traz para o meu corpo, minha vida. Na parte sexual, não senti até agora nenhum problema maior. Acho até que tudo fica mais leve, menos tenso, porque vai passando o medo de engravidar a esta altura do campeonato.
Percebo a pele um pouco diferente, há coisas que mudam, mas nada que justifique me entupir de coisas que vão me trazer mais problemas do que benefícios.
Beijoca!
Beth
http://aconquistablog.wordpress.com

Engraçadinha disse...

Iiih menina, não sei o q será qdo lá chegar. Como não sou dada a vaidades extremas, talvez não faça nada mesmo... Muito oportuno esse post!

Lulu on the sky disse...

É não tenho ideia de como será qdo chegar nessa idade. Lembro sempre do meu avô que dizia que remédio era bom pra determinada doença, porém, sempre complicava por outro lado que não tinha nada haver.
Big beijos