domingo, 8 de julho de 2012

Velho, idoso e livre: triple age

                                        
Pessoas contrárias à leis que punem discriminação, ou são alienadas ou sortudas. Talvez sejam privilegiadas ao  nascerem comuns, sem destaque de monta para chamar a atenção da maldade humana, condição de certos indivíduos que se comprazem em punir quem lhes apetece por contrariar seus olhares seletivos. Uma sociedade livre tem que punir quem discrimina quem foge ao óbvio exigido pelo sistema manipulador. É um néscio.

O negro sabe que é negro e o velho sabe que é velho mas a ofensa não muda quando assim é chamado porque o é. A pessoa fica ofendida porque percebe a discriminação , a maldade, o objetivo torpe do ofensor em machucar seu ego, sua alma, sua condição.

Minha geração foi, no total da população brasileira, o maior número de crianças, depois adolescentes, adultos e agora caminha para ser uma população de idosos a flutuar no total dos quase duzentos milhões de habitantes do Brasil.

Preciso preparar- me para ser chamado de velha sem me ofender. Em uma sociedade pautada pelo sentimento de vaidade e olhares destrutivos, ser velho pode ser uma condição que incomoda. Com saúde e independência, talvez machuque gente mais jovem depenada no corpo e na alma. São os que  , talvez, não dobrem o meio século de idade mas possuem o sentimento de serem  melhores por ainda não terem vivido um tempo que outros já viveram.

Quem não quer envelhecer, que morra cedo!

5 comentários:

Engraçadinha disse...

A gente tem q se preparar para a idade sem esperar nada do Estado infelizmente, porque esse, apesar de ter mamado a vida inteira, não faz sua parte quando a hora chega. E os velhos por outro lado, tampouco os novos, ainda não aprenderam a exigir seus direitos.

J.F. disse...

Magui, ser velho é uma coisa engraçada. Existem aqueles que não querem admitir que são velhos. Coitados! Existem aqueles que fazem questão de demonstrar que são velhos. Ranzinzas e chatos. E existem aqueles que são velhos, sabem que são velhos e respeitam essa condição física, mas se mantém com espírito jovem. Estes são bem aceitos por todos, de forma geral.
Abração.

Lulu on the sky disse...

Infelizmente a sociedade adora discriminar as pessoas pelas caracteristicas que saem do padrão que julgam normalidade: baixo, gordo, manco, vesgo, cego, velho, negro, etc.
Big Beijos

Maria Eugênia disse...

Magui, envelhecer é interessantíssimo. Mudamos e evoluímos - a medida que nos permitimos - com o passar dos anos, refletindo assim o nosso crescimento e amadurecimento. Externamente, ficamos devendo a sociedade, para qual temos que ter a eterna aparência de jovem.

Tina disse...

Oi Magui!

Envelhecer é bom pois traz consigo a paciência e a experiência. A aceitação depende de cada um...(e da qualidade daqueles com os quais convive).

Bom fim de semana!