segunda-feira, 13 de agosto de 2012

O prato dos deuses

Na Elvis Week, publico  se eu e ele
 ( Olhe o detalhe da mão na cintura)
                                     
Tenho lido muito na internet pessoas chamarem outras de lixo. Fico pasma com um absurdo desses. A que ponto chegamos. Mas, pior ainda foi, passando pela novela da platinada, deparei-me com cenas violentas onde um senhor, caracterizado de malando esperto, chamava um rapaz de lixo, após ser espancado. Não vi o resto da cena pois me deu náuseas. Em relâmpago, na minha mente, percebi que  o pessoal que denomina outras pessoas  de lixo, ao discordar de uma  idéia, é audiência da novela.

Ao mesmo tempo, leio uma capa da revista Veja, que oitenta por cento dos televisores nacionais estariam ligados na mesma novela. E,como título, proclama a vingança como sentimento primordial do ser humano.

Está explicada a razão dos inúmeros crimes de vingança, em crescendo  assustador.  Uns e outros ganham a vida debaixo do índice de audiência, sejam noscivos ou não. Não importa o nivel cada vez mais baixo no nivelamento moral e na violência do país. Depois, quando fica impossível andar nas ruas, principalmente nas metrópoles, onde vingadores saem armados para  matar aqui, ali, desafetos, mulheres que repudiam ou são repudiadas, ainda reclamam.

Vingança por vingança, poderia ser a minha em fazer sumir do mapa quem leva para a sociedade, apenas, exemplos nefastos. Mas, com certeza, pudesse eu, no mínimo, dar para estes atores que se dão como formidáveis, uma cusparada na cara .A que chamam pessoas de lixo! A vingança, então, seria o prato dos deuses.

2 comentários:

Maria inês disse...

Olá! Se a Veja fizasse uma pesquisa de quantos e quais livros cada brasileiro lê em um ano, se ouve música de qualidade,quais filmes já assistiu na vida faria mais o seu papel de um veículo de divulgação. Não assisto novela pois elas fazem lavagem cerebral nas pessoas. Nunca asssiti essa novela .Cruzes . Tenho mais o que fazer.

Lucimere disse...

Os exemplos são todos negativos... o típico comportamento que não se deve seguir... tristeza!