quinta-feira, 14 de março de 2013

Paulo Hartung, onde se perdeu?

Quem acompanha este blogue já leu artigo, elogiando o ex governador do Espírito Santo, por ocasião de sua reeleição, com quase 78% dos votos, em 2007. Índice demonstrativo de sua  capacidade administrativa, como prefeito e como governador.

Porém, durante o segundo mandato como governador, Paulo Hartung perdeu sua caminhada brilhante e tornou-se mais um corrupto. Os boatos começaram a correr em 2009 e pareciam apenas boatos. Eu, que o conheci, antes dele elerger-se deputado estadual, custei a crer. Custo a crer. Na verdade, achei que eram apenas mais boatos de inimigos políticos em refrega tão comum por estas bandas. Por aqui, calúnia deste tipo é coisa comum e, muitas vezes , mera difamação.

 
Esta semana o Ministério Público pediu o bloqueio dos bens do ex governador Paulo Hartung por improbidade administrativa, representado por um rombo de setenta e cinco milhões de reais nos cofres públicos.

Não há mais novidades no mundo político, depois desta notícia.

Um curriculo manchado por quem menos se espera.

Que Deus nos acuda ! Qual decepção a mais podemos esperar dessa gente? Estamos todos de queixo caído...
Salve-se quem puder...

Quer ler o curriculo? KLIKA

3 comentários:

Jota Effe Esse disse...

É ficar de olho nesses caras e detoná-los na próxima eleição! Meu beijo.
Outra coisa: Habemus Papam, mas não é brasileiro! A Igreja Católica teme um papa brasileiro. Vai que ele entra no Vaticano com um Saravá! E com uma galinha preta pra botar na encruzilhada? O que ela vai dizer ao seu eleitorado?

Maria Inês disse...

Quando li sobre o rumo que tomou o Hartung tb fiquei de queixo caído.Onde vamos parar? Em quem acreditar? O que passa na cabeça das pessoas qdo elas têm (?) poder?. Já procurei ler sobre o efeito do poder no comportamento das pessoas mas nunca encontrei uma resposta. Não há uma explicação para a força que o poder exerce. É lamentável.

Gina Santos disse...

Boatos e investigações... muito se fala, mas até agora nada foi comprovado! Até onde estamos falando de um corrupto e até aonde estamos falando de uma liderança que é por si só uma ameaça para políticos incapazes e corruptos, que precisam denegrir a imagem do ex-governador para encará-lo com mais facilidade nas eleições? Já inestigaram tanto esse hpmem, e nada acharam até agora, mas o objetivo principal parece estar sendo atingido, que é tentar colocar seu nome na lama. Condená-lo não na justiça, mas na opinião pública, abrindo passagem para nomes como o do Magno Malta...