terça-feira, 3 de setembro de 2013

EUA versus Brasil: Ratatatata...

                            

O Brasil pediu satisfações, por escrito, aos Estados Unidos da América a respeito de espionagem  feita na correspondência da presidenta.
A espionagem foi feita, cumprindo ordens do  capcioso Osama, uptz, Barak Obama , presidente do tubarão do norte.
Postados em cenário copiado daqueles dos EUA, dois paspalhos petralhas, tentaram bater  cabeça, cantando de galos.


O Ministro da Justiça, um dos petralhas citados acima, pago pelo dinheiro público, acaba de voltar do tubarão do norte para onde foi sapatear de raiva mas voltou com as pernas doendo.Não deu em nada.

O próximo passo, visto o silêncio absoluto na resposta esperada, o Brasil vai declarar guerra aos Estados Unidos.

Quem está preparado para o que vai acontecer?
Tem alguém aí contra a fabricação de bomba atômica ou gás sarim pelos árabes?
E os favoráveis, alienados à medula, ao desarme do povo brasileiro, onde estão?
A saída é pedir ajuda aos traficantes, armados até os dentes.
Ratatatatata...
Ou será Kakakakakakak 

#blogue da magui
#espionagemnobrasil

3 comentários:

Fábio Mayer disse...

Se algum pateta petista resolvesse declarar guerra aos EUA, poderia juntar os esfomeados cubanos, os venezuelanos, os argentinos, os equatorianos e os bolivianos, que ainda assim, os EUA dariam 30 dias sem dar um só tiro deixando esses "países" aí fazerem o que quiser. Os EUA ganhariam a guerra em 3 dias após os 30 dias de descanso e não sobraria pedra sobre pedra dos regimes esquerdopatas citados.

Mas isso não aconteceria, porque os esquerdopatas, especialmente os do Brasil, não liberam dinheiro nem para as FFAA comprarem munição, que dizer que ter qualquer força ofensiva. Usam os recursos para contratar comissionados e em confiança que não fazem NADA, mas ajudam nas eleições.

Todo mundo sabe que é espionado pelos EUA, até o governo brasileiro sabe, sempre soube, e tanto sabe que o ministro da Defesa já declarou que não temos um sistema criptografado próprio para uso em nossas instituições, sem contar o uso de plataformas de software... americanas!!!

Essa irritação da presidente é jogo de cena. Havia pressão dos militares para quem quando fosse aos EUA em outubro, decidisse de vez o programa FX-2 que se arrasta há 17 anos e que nem o deus Lula tratou de resolver por ser analfabeto e incompetente! A espionagem é a desculpa que ela precisava para não fazer a viagem e não decidir o problema que se criou, após quase duas décadas de governos burros...

Carlos Emerson Jr. disse...

Foi a cena mais patética que tive o desprazer de assistir nos últimos anos: o ministro da justiça e o das relações exteriores (em minúsculas mesmo) tentando "falar grosso" com os EUA. Me poupem!

Engraçadinha disse...

Adorei o post, mas espero de coração que não role guerra.
Seria uma grande burrice fazê-lo, haja visto o que você já descreveu no post.