quinta-feira, 23 de abril de 2015

Sagüis, Mico Estrela, micos urbanos,sagüis

Corrupção desenfreada

                                                           
  

BRASÍLIA – AGÊNCIA CONGRESSO – A operação “Lee Oswald” da Polícia Federal aponta o envolvimento do ex-governador do ES, Paulo Hartung, e do seu ex- secretário de Fazenda, José Teófilo de Oliveira.
Os dois são acusados de lavagem de dinheiro e compra de terrenos no município de Presidente Kennedy, concessão de benefícios fiscais às empresas Ferrous Resources do Brasil S/A, ZMM Empreendimentos e Participações LTDA e BK Investimentos e Participações Ltda.
No inquérito, o delegado da PF responsável pela investigação, Dr. Álvaro Rogério Duboc Fajardo, destaca que “o esquema passava informações privilegiadas para empresas que compravam terras a preço de mercado para, depois do anúncio de intenções de compra, venderem as mesmas terras com lucros estratosféricos de mais de três mil por cento em alguns casos, numa evidente “moeda de troca” pelos benefícios concedidos”.
O ex-secretário de Fazenda do ES, de acordo com o inquérito, “fez uma série de concessões a empresa Ferrous, e se tornou, encerrando o governo, sócio do ex-governador Paulo Hartung na consultoria Econos.
Num curto intervalo de tempo o grupo negociou 29 áreas em Presidente Kennedy, totalizando 18 milhões de metros quadrados.”
No esquema, a empresa ZMM fazia a venda e transmissão das terras, a BK dava suporte com a presença do advogado Fabrício Cardoso e do corretor Paulo Sardemberg, enquanto José Teófilo cuidava das questões tributárias.
O delegado mostra a cronologia de um dos casos, onde, “no Cartório de Registro Geral de Imóveis de Presidente Kennedy, em 09 de julho de 2008, uma área de 61,9 alqueires foi avaliada por R$ 180 mil.
No dia 16 de julho de 2008, a área foi comprada pela empresa paulista Tríade Importação por R$ 600 mil. No dia 25 de julho de 2008 a mesma área foi comprada pela ZMM por R$ 12 milhões, no dia 04 de agosto de 2008, quatro dias depois do protocolo de intensões selado em Palácio, a ZMM vendeu a área para a Ferrous por R$ 27,9 milhões.
O terreno teve uma valorização de de 150 vezes do seu valor inicial em apenas 25 dias”.
De acordo com o inquérito, “todas as operações realizadas, em um período de 90 dias, pela “Conexão Presidente Kennedy”, resultaram, estimadamente, em um lucro de R$ 50 milhões para os envolvidos”.
Para o delegado, “a Ferrous, ao que parece, nada mais é do que uma empresa de fachada da Conexão Presidente Kennedy, que ganhou valorização artificial no mercado pela concessão da privilegiada área do Sul do estado, para instalar uma pelotizadora e um porto de águas profundas”.
E completa: “todos os indícios são de lavagem de dinheiro, com danos ao erário, com evidências de um esquema montado na Secretaria da Fazenda, através do ex-secretário José Teófilo de Oliveira, a sr. Mônica Bragatto e do governador da época, Paulo Hartung, dando celeridade e sigilo nos deferimentos aos incentivos fiscais aos negócios da Ferrous Resources do Brasil S/A”.
SISTEMA PRISIONAL
Outra denúncia do esquema mostra indícios “de lavagem de dinheiro, desvios de recursos e favorecimentos a amigos na construção de presídios, com licitações dirigidas.
Foram construídos 23 presídios no estado, geralmente em locais ermos, em terrenos sem nenhuma infra-estrutura, pagos a valores superfaturados”.
A empresa DM Construções ganhou a maior parte das licitações, cada presídio custou em média R$ 22 milhões. De acordo com a denúncia “o estado fez um contrato obscuro com o Inap (Instituto Nacional de Administração Prisional), empresa paranaense, pioneira na terceirização de presídios.
O homem forte desse esquema é o coronel José Nivaldo campos Vieira, sócio do também coronel Pedro Delfino da SEI – Segurança e Inteligência, que oferece consultoria ao Inap.”
“Outro personagem é o coronel do Exército, José Otávio Gonçalves, que foi Subsecretário da assuntos do sistema Penal até maio de 2010, saiu e foi ser consultor da Reviver, que ganhou licitação para a Penitenciária de são mateus”.
De acordo com a PF, “a licitação para Penitenciária de São mateus, aberta em maio de 2010, contém elementos estranhos.
O contrato deveria ter valor máximo mensal de R$ 1,4 milhão, apenas a Monte Sinos, o Inap e a Reviver participaram da licitação. a Reviver apresentou proposta de R$ 1,139 milhão, pouco mais de R# 1 mil abaixo do teto.
Curiosamente, a Monte Sinos e o Inap apresentaram propostas acima do teto. Foram desclassificadas e a Reviver levou o contrato de mais de R$ 13 milhões anuais”.
O Inap inaugurou a modalidade de terceirização dos presídios em 2005, com dispensa de licitação. De prorrogações em prorrogações, licitações dirigidas, o Inap tem os presídios garantidos até 2012.
Outra curiosidade apontada “no vídeo promocional do Inap, em 2007, participam o secretário de Justiça, Ângelo Roncalli, o deputado estadual e presidente da Comissão de Segurança da assembléia Legislativa, Josias da Vitória, e até a juíza de Execuções Penais de Colatina, Simone Spalenza. Relatórios apontam que os contratos não são cumpridos com regularidade”.
Todas a informações usadas neste texto constam da decisão do TJES publicada dia 17 de abril
Fonte: Agência Congresso

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Terceirização

                                      
- Procure informar-se para não aderir sem saber
O projeto de lei, regulando a terceirização das relações trabalhistas está tramitando no Congresso Nacional. Mesmos sem lerem, como gado tangido, está levando grupos de trabalhadores a fazerem protesto nas ruas. São contra a terceirização na contratação do trabalhador. E, como o projeto  mantém apenas a contribuição anual para os sindicatos, estes tendem ao esvaziamento. Portanto, a grita pode ser considerada normal. Apenas, é preciso informar-se para não ser levado de roldão e ir para as ruas no simples apito do mestre.


Quem já  trabalha no sistema , isto é, em empesas terceirizadas, quer a regulação pois há regras  esparsas ou  analogia à CLT, gerando algumas inseguranças ou dúvidas. É preciso amarrar as responsabilidades.

O que eu acho interessante são as  vozes levantadas quando aparece alguma coisa nova.Não tem erro. Existe sempre gente do contra ou aqueles com interesses políticos a bradar sem saber porque ou o que, quase perdidos.

Para não irem na poeira do gado, sem conhecer o caminho KLIKA

domingo, 19 de abril de 2015

Coisa do Velhaco ?

                                   
                                    

O PT decidiu que não vai aceitar dinheiro de empresa para bancar as eleições de seus candidatos. No começo do partido era assim. Depois de grandes discussões ( petista adora roda de discussão) ficou decidido que sem dinheiro não se ganha eleição. 

A partir daí  muita gente quis fazer parte do PT. A competição foi tão grande que houve uma certa debandada da gente séria. A notória agressividade petista, beirando à luta corporal, morte, injúrias na mídia, difamação à boca pequena deixou essa gang de espertalhões tomar conta da política do vale tudo. É uma quadrilha cujo Velhaco é o chefe, acompanha tudo, viaja pra baixo e pra cima para testemunhar a favor dos criminosos, limpar a barra dos faltosos com o riso na cara e a bebida na guela. Há décadas, desde os anos oitenta essa turma, formou pouco a pouco sua quadrilha. Às vezes penso que são psicopatas em cuja trajetória nada segura.

Agora decidiram voltar ao status quo ante. Talvez seja porque, após acaloradas discussões, perceberam que  não dá para roubar como antes. Melhor fazer-se de morto pra comer o coveiro.

Imposto de Renda, a saga

                                 
  

Para preencher o formulário do Imposto de Renda é preciso conhecer as arapucas do seu sistema. Não pode deixar para a última hora porque empaca. Para quem passa por aqui vou dar uma deixa: Atualize seu JAVA antes de tudo. Mas através da página da receita. 

Todo ano é isso. Parece que querem prestigiar os contadores. Mas, pegar sonegador com testa de ferro, neca de pitibiriba.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Estelionatários políticos atacam novamente

                                    


Lá vem a cambada falando , novamente, em mudar o Brasil para o parlamentarismo. Tenho ânsias de vômito. O povo já manifestou-se duas vezes pelo presidencialismo. Será que essa corja política acha que o Brasil está rasgando dinheiro? Esse  povinho vive à procura de mote para estar na crista da onda e quem paga é o povo. Fazer consulta, em plebiscito, com menos de trinta anos de diferença é para mandar em cana esses estelionatários públicos.

- Vão trabalhar cambada!
- Deixem de roubar do povo, corja de ladrões.
- O problema do Brasil não é o sistema de governo mas político safado que infesta a nação.

Não sabe? KLIKA

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Mudanças climáticas

                                     
                                       


 Quando eu era menina a previsão do tempo era feita por uma chamada Folhinha Mariana. Todo mundo comprava. Nunca errava. Lembro-me da folha amarelada. Ainda é fabricada mas, parece que é coisa de mineiro.

Com a minha vinda para o estado do Espírito Santo , notei que o serviço de previsão do tempo erra seguidamente. Não dá para confiar em nada. Eu tenho essa base porque tenho jardim de inverno no meio da minha sala e, quando chove, preciso fechar a lona, transparente,  para não  respingar dentro de casa. O projeto foi feito  por meu marido que era arquiteto. Dizia ele que a chuva  é para respingar pois conviver com  as reações da natureza é para fazer parte da nossa vida. Mas, como sobra para mim enxugar os móveis e chão,e, nem sempre são meros respingos, preferi instalar uma proteção. Como ele mesmo dizia, quando eu morrer você faz do seu jeito. Não foi uma ou duas vezes quando tive que correr, de madrugada, saindo de um bom sono, para fechar a lona porque confiei na previsão do tempo.

A chuva chegou fininha. A natureza é sábia. Se chover forte, depois de um verão muito seco, água de mais vai levar tudo com ela. E, por aqui ainda não fomos dominados pela selva de pedra. A natureza é exuberante e domina nossas vidas , completamente.
Em sendo assim acabou o calorão mas a umidade ainda é forte e tudo começa a ficar verdinho de novo.

                                          
Quer informar-se sobre um Brasil que você desconhece ? Folhinha Mariana ? KLIKA


quinta-feira, 2 de abril de 2015