domingo, 13 de março de 2011

Cabeça de bagre


Não sei quem ainda não é doutor em terremotos, maremotos e tsunamis.Com estes acontecimentos em terras longínquas passou-se a questionar se o brasileiro é merecedor de ser feliz, longe deste tipo de tragédia.

Na mídia não conta nada que o Japão esteja construído no lugar certo de inúmeros tremores. O povo está acostumado e nada mais natural que esteja treinado para enfrentar seu dia a dia.O povo dos olhos puxados são analisados como formidáveis , diferenciados. Melhores do que nós. Não interessa sua história nem como levaram sua caminhada até aqui. Nem mesmo se olharmos o Brasil com a maior colônia japonesa fora do Japão.

O pior, mas o pior mesmo, é ter que aturarmos especialistas, dizendo que o Brasil não está livre de um tzuname e que pode sofrer o mesmo que o Japão. As teorias são as mais mirabolantes mas não interessa. Na cabeça destes microcéfalos não há lugar para admitir que o brasileiro merece ser feliz sim e ver, de longe, tanta desgraça. Além disso, as portas estão abertas para mais japoneses virem e serem felizes. O Japão , também é aqui. E, muito melhor do que o de lá.


9 comentários:

Jota Effe Esse disse...

O japonês trouxe bons exemplos de estilo de vida para nós brasileiros e os que vierem serão recebidos com prazer. Maqui, dentre as mutas fotos impressionantes dessa tragédia tu escolhestes essa que bem representa a força desse povo. Meu beijo.

Jens disse...

Pois é, Magui, a turma do pior possível resiste e insiste. Ainda não se livraram do complexo de vira-latas.

Beijo.

Moita disse...

Magui

Você tem toda razão.

Eu, inclusive, perdi a paciência com os “doutores” dos jornais das TVs,
Tentando explicar ‘”chutando” explicações e pondo fermento onde não cabia
Para aumentar a apreensão dos desavisados.

Um dizia: Pode ter deslocado o eixo da terra em 10 cm, outro dizia em 24 cm
Outro em 17. Quanta precisão imprecisa.

Deixa, primeiro, os astrofísicos observarem e medirem, por que isso é mensurável.
E tem mais, O eixo da terra é 23º inclinado em relação ao plano da eclíptica (um plano imaginário que conteria o centro do sol e o centro da terra e que por isso causa as quatro estações do ano). Um metro que possa alterar isso mudaria a duração do dia em microssegundos e não alteraria nada nas quatro estações. Que porcaria de importância tem isso.

Como Engenheiro Agrônomo, nós estudamos muito isso porque nada influencia mais a agricultura do que as quatro estações.

Mas eles deixam muita gente assustada a toa.

Maria Inês disse...

O que mais me impressiona é a necessidade de "contar" o número de vítimas. Não relatam a história do povo, como superaram a bomba da segunda guerra, como vivem em espaços mínimos, como a mulher está se libertando do jugo da cultura oriental, etc, etc. O brasileiro ainda carega a síndrome do "escravo" tanto o africano quanto o indigena. Sempre nos achamos inferiores e devedores de algo. Triste! Acho que a próxima geração terá um conceito de mais estima ao se informarem mais nos vários meios de comunicação disponíveis. Assim espero.

Carlos Emerson Junior disse...

A probabilidade de um tsunami no Brasil é baixíssima, quase impossível. Segundo o pessoal da UFRJ, isto se deve ao fato de nossa costa ser banhada pelo Oceâno Atlântico, onde não existem choques de placas tectônicas.

O problema é que tem gente que vive da desgraça alheia...

Um abração.

Vi e falei disse...

Temos nossos próprios Tzunamis. Eles não se formam só no meio do mar de àguas, mas sim nas salas de aulas mal administradas, nas famílias desestruturadas, nos plenários e assembléias, na mídia de nível baixissimo e manipuladora. É com estes que temos que nos preocuparmos mais aqui.

Engraçadinha disse...

Confesso q estou com medo disso tudo e rezando por eles. Mas vou vivendo minha vidinha, seguindo com fé. Eh o q me resta.
Bj.

Fábio Mayer disse...

A questão é que a possibilidade de terremotos e tsunamis no Brasil é remota, mas possivel.

Sem contar que o terremoto do Chile, ano passado, foi sentido no Brasil, embora de modo leve.

Tsunamis não necessariamente são causados por terremotos. Eles podem se originar de deslocamentos de terra no oceano, que acumulem energia. OU seja, se uma ilha a nordeste do Brasil, por alguma catástrofe natural, tem um deslocamento de terra de ampla magnitude, em teoria isso pode, sim, causar um tsunami na costa do nordeste.

Probabilidade baixa, verdade, mas existente.

O que não significa que se deve fazer alarde e sensacionalismo, como a imprensa brasileira fez.

Anônimo disse...

Cheguei neste "blog" atravez do post desta Sra. Magui, copia do post segue abaixo com o link para nao haver duvidas.
Belo post DONA..........

Magui disse...

Vocês saíram do Brasil mas não tiram os olhos daqui.
Esqueçam o Brasil, o português e vivam sua nova vida como fizeram os imigrantes italianos que para cá vieram. Se forem procurados por brasileiros, digam que não o são mais e que o Brasil é uma merda que querem esquecer. Em qd tiverem filhos que o Japão não reconhece, não usem uma lei feita especialmente para atendê-los , vocês ,e deixem seus filhos apátridas mas , por favor, não os registrem como nascidos no Brasil, pois não o foram e não os amtem de vergonha.O Brasil e os brasileiros não prestam e vocês são o fino do fino.Vão cuidar da vida de vocês, dos costumes do Japão e deixem o Brasil e os brasileiros viverem como querem, pelo menos não empatamos ninguém.
Sábado, Março 19, 2011 12:48:00 PM


Link: http://www.pequenascousas.com/2011/03/cobertura-da-catastrofe-no-japao-pela.html?showComment=1300506496329#c708355458970577054