sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Escória do mundo

                   
O governo federal realocou impostos sobre produtos importados. Para os produtos similares no Brasil o aumento nos índices foi grande.Bem grande. São medidas para proteger o emprego para os brasileiros que estão no país e incentivar o consumo dos bens nacionais.

Não faltou aparecer analixta com cara de leitão e cabelo como ninho de guacho para dizer que o Brasil está errado e fere normas internacionais. Só rindo....

6 comentários:

DO disse...

DO JEITO QUE anda o mundo nem existe mais este negócio de certo e errado. Cada um que se defenda como pode. Bjo

Engraçadinha disse...

Ô Magui, só pra constar, é minha irmã que está escrevendo o post das viagens tá?
Ela é 11 anos mais nova que eu, é publicitária formada em Marketing para Mídias Sociais e aqui no Brasil, é uma sumidade no assunto.
Está em sua primeira viagem internacional, por isso eu pedi que fizesse um diário de bordo.
Quando e for, pódexá q farei um super alarde, gravarei vídeos e tudo mais, pq eu sou bem mais espalhafatosa!

Bj.

tony disse...

uma pena que vire muleta para que alguns produtos - como os carros - permaneçam "pelados" e com preços absurdos.

Há apenas uma "incoerencia" que os ministérios jamais poderiam utilizar como parametro economico: quem não pode comprar produtos de fora não compram, e quem já comprava vai trabalhar um pouco mais e não vai deixar de comprar. Principalmente neste momento economico onde exibir está tão importante quanto viver...

Vi e falei disse...

Seguindo o comentário do Tony, pena que até disto já tem corruptos se aproveitando.

(v)orcego disse...

Falar em impostos no Brasil e falar de absurdos...Quem sabe um dia pagaremos um preco justo, sem pagar quase metade do valor do produto em impostos...creio q galinha cria dentes primeiro.
boa semana, (v)

Engraçadinha disse...

Magui, sobre o post, qdo achei q tava entendendo o assunto, não entendi. Soube do aumento, mas ainda não consigo avaliar se isso será bom ou ruim p nosotros.tendi. Soube do aumento, mas ainda não consigo avaliar se isso será bom ou ruim p nosotros.