sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Teatro Bolshoi

Não me sinto seduzida pelos espaços europeus, representantes dos domínios e da exploração do povo em detrimento daqueles que sabem gozar a vida.
A não ser a Sicília, não pretendo cruzar o Atlântico para  ir à Europa. Prefiro viajar por outros lugares.Entretanto, tem um lugar onde eu gostaria de poder ir. Ainda mais, quando estivesse em plena efervecência : O Teatro Bolshoi em Moscou.

Construído pelos czares, sofreu bombadeios na Segunda Guerra e ação do tempo. Mas esta semana vai ser aberto depois de seis anos de reforma ao preço de bilhões de qualquer moeda. Muita briga, muita denúncia tal qual acontece por aqui.

Mas, quem sou eu ?! Jamais poderei ver suas cores, sua suntuosidade, seu balé, suas óperas. Ser pobre é uma desgraça! Uma vez eu fui ver uma apresentação do balé , aqui no Brasil, mas era o undécimo time.Uma vergonha!Foi o que me restou...

4 comentários:

Jota Effe Esse disse...

Não chore, Maqui, vá ver o Circo Voador, na Lapa, Rio - RJ e sais de lá rindo. Meu beijo.

Maria Inês disse...

Para de chorar de barriga cheia. Vc deveria se dar este presente e ir ver o ballet. Por tudo e por todos vc merece. Como diria o velho: Oh!!!!! raça ruim....Se for por falta de companhia é só me chamar....Ganhando...tudo posso.

J.F. disse...

Magui, também acho que é uma coisa que não de pode deixar de ver e, logicamente, em toda a sua efervescência. Mas, não é fácil para nós, pobres mortais.
Abração.

Engraçadinha disse...

Mas querida, hoje em dia com grupos de compra, vc pode viajar pro mundo todo, parcelado, com passagem, hospedagem, pagando muito pouco. Informe-se!
Claro que é possível!