sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Serventia de um príncipe inútil

Cristina Kirtchen reclama porque navio de guerra da Inglaterra dirige-se para as Malvinas. Dentro leva o inútil barata descascada do príncipe de faces rosadinhas, filho do plantonista  à espera da morte da mãe para ser rei.

As Malvinas são o preço que a Argentina paga por querer ser parte da Europa e fazer pacto com o demônio no Século XVII. 

A inglaterra tentou fazer o mesmo com o Brasil mas não conseguiu. Então, enquanto os britânicos conseguiram ficar com o resgaldo argentino, eles não perdem a chance de nos tratar como gentinha. Estamos convencidos que não somos europeus, o contrário da Argentina. Só lamentam os eternos, de sempre.

Desde que D.João VI, conseguiu convencer este povo que era um tolo, que não entendia a cobrança do preço pela sua ajuda para fugir de Napoleão Bonaparte, eles sapateam de raiva e não perdem a chance de nos ofender. Piorou quando não nos submetemos aos seus planos.

Pelo menos não temos que avistar da praia a pantomima para fingir que o princepezinho inútil é um soldadinho da rainha.

A menos que Cristina também esteja fazendo o mesmo.Farsa por farsa, os europeus , verdadeiros e discípulos, conhecem bem

 

3 comentários:

Engraçadinha disse...

Adoro te ler, Magui. Vc me deixa sem palavras às vezes.

Bj.

Kafé Roceiro disse...

Principe Willian é mais um fantoche da política inglesa.
amiga, saudades de suas publicações acalouradas.

um abração do Kafé.

Lulu on the sky disse...

Nunca gostei dos argentinos. O Princípe William não tem metade do carisma da mãe, Lady Diana e é facilmente manipulado pela política inglesa.
Big Beijos