segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Mea culpa ?

                        
Em meio ao caos político a imprensa  escreve sobre Temer e seus asseclas, tratando como resto o resto do país. Isso porque a mídia hegemônica tem certeza que só existem os estados do SP e do RJ. Além disso, plantam lideranças que lhes interessa sem o mínimo pejo, sem abordar outros desempenhos. A menos que seja, mesmo, mídia regional e eu que estou equivocada.

A Lava Jato só deu certo porque tramita no estado do PR. Estivesse em mãos de juízes paulistas essa cambada de ladrões estaria numa boa, transitando pelo dinheiro guardadas em apartamentos ou em contas no estrangeiro. A mídia não vê nada do que ocorre fora do seu olhar  periférico e para o que acontece alhures.

A mídia  hegemônica tentou plantar,  para presidente da república,a candidatura do prefeito almofadinha da capital paulista e agora quer enfiar guela abaixo um animador de programa de televisão da Globo cujo mérito é ser oportunista. Mostra um ex ator, conhecedor dos meandros da esperteza e sem limites na sua agressividade e ataques a todos e tudo que fogem a sua visão de vida pornográfica , a ponto do cara ser recebido por ministros de estado!
 Tamanha boçalidade leva a vontade de ficar longe dessas páginas regionalistas.
A imprensa livre ou amordaçada, como querem os mineiros, alimentou o político, neto de Tancredo Neves, e quase o fez presidente da república. Mas com o andar da Lava Jato e seus desdobramentos, o brasileiro viu estarrecido que o mineiro amante do Leblon no Rio, não é mais que um pilantra, herdeiro das artimanhas do avô para equilibrar-se em sua carreira política.

A imprensa continua sendo um quarto poder mas precisa fazer mea culpa e deixar de ser instrumento de interesses escusos para tentar eleger energúmenos saídos dela para cargo máximo de mandatário da nação. 

Deem-se o repeito !

Nenhum comentário: