sexta-feira, 2 de março de 2018

A internet é privada

                     
A internet como um mundo formado por portais e redes sociais é um perigo para a privacidade no sentido amplo.
Os donos das principais páginas de convivência social são interligados, senão os mesmos. Se uma pessoa tem acesso a uma página e quer usar outra, precisa mostrar conexão com a anterior.
Um exemplo é o poder do Facebook. Se não tiver uma página naquele portal, uma pessoa não pode fazer comentários no Terra, por exemplo, que pertence a Isto é. Se você faz uma consulta no Google, este tem um programa que responde a sua consulta, massacrando com anúncios sobre o que  foi buscado. Já basta fazer uma compra em um portal onde seus dados foram fornecidos para fechar a compra.
Se há alguns meses era possível usar o Youtube para armazenar filmetes para serem usados em um blogue e bastava a inscrição, hoje a pessoa tem que fazer conexão com o Google, mostrar sua localização, dar seus dados aos detalhes. Quando sabemos que a internet está cheia de bandidos, buscando saber os dados do cidadão para usar em fake news, crimes, golpes cibernéticos e o que mais as mentes criminosas podem inventar.

Com a possibilidade de qualquer um poder entrar na internet e vasculhar a vida e mentes de quem é descuidado, qualquer cuidado é pouco para proteger a sua vida, onde você mora e o que faz. Como jogar seus dados para desconhecidos absolutos usarem como lhes aprouver?

Esse pessoal do Facebook é o mais poderoso do planeta. Jamais há de se  pensar em Trump, Putin ou qualquer bobo da história com sede de poder e controle. Deve ser por isso que não tem livre acesso na China porque será uma conquista sem precedentes e chinês é o curinga da humanidade. Não fecha com nada e está pronto para dominar o mundo com seus produtos piores do que os do Paraguai, em linha direta com a escravidão mas com desenvolvimento necessário para os robôs de olhos puxados.

Depois de certos acontecimentos dos quais tive conhecimento, uma pessoa precisa ser muito ingênua para ficar nas mãos dessa gente do Facebook, dono do Youtube, Whatzapp, Google e sei lá quantos mais. Eu estou nessa página do blogspot, conectada ao Google e daí a rede está formada com o homem mais rico e poderoso da história da humanidade. Eles tem a pretensão, o poder de exigir novas senhas, novos dados e, talvez um dia, precisarei dizer qual é o alimento que é repetido no meu prato durante a minha vida útil.

Eu queria mostrar para vocês algumas gravações que eu fiz de animais do meu jardim mas não vou poder. Já fiz antes, com filmes de Chefe Boran e seus filhotes, e não existem as mesmas gravações na net. Mas, fazer o que?  Outros sistemas não encaixam. O Blogger está fora. A internet  poderia ser livre e pensa que é mas tem controle absoluto dos interesses inconfessáveis. Pelos mesmos interesses e dinheiro dos tempos do descobrimento das rotas marítimas para as Índias. A quantas ficamos mais livres ? Três milhões nos EUA desconectaram do Face só este ano.


Nenhum comentário: