quarta-feira, 1 de junho de 2011

Pare de fumar !


O combate ao tabagismo não para. Todos sabem quais são os malefícios do cigarro. Ninguém vai deixar de fumar porque alguém ficou de lengalenga na televisão, gesticulando tanto que não prestamos atenção no que falam. Não adianta mostrar o invisível nem fazer arte sobre o absurdo pois desvia o foco. ( ? KLIKA )

Uma campanha para dar algum resultado precisa de imagens vívidas na tela. Exemplo: Há uns doze anos, uma emissora mostrou dois pulmões. Um era de um fumante e outro de um não fumante.Com um bisturi na mão o apresentador cortou os dois pulmões, um de cada vez. O pulmão do não fumante era macio como gelatina e de cor clara.Limpo por dentro, dava para ver os alvéolos. O pulmão do  fumante era preto, caracaxento e, para ser  cortado, precisou de um martelinho, batido com força no bisturi. Dentro dele, parecia picumã.

No mesmo programa apareceram alguns personagens conhecidos que tiveram câncer de pulmão e participaram de campanhas antes de morrer.Eu me lembro da filha de Nat King Cole, dizendo que seu pai fumava para manter a voz aveludada. Mostrou a foto dele antes e depois da doença. Nat chamou a atenção pela sua cor, quando veio ao  Brasil.Nelson Gonçalves deu uma entrevista, dizendo que o vira passar nos corredores da TV Record e que era azul de tão negro. Pois no filme da campanha ele havia perdido a cor, estava magérrimo e lívido.

Mas, o que mais me impressionou foi o depoimento de Yul Brinner.Já magro e abatido, contando que havia fumado por quarenta  anos. Depois, com aquela boca lindíssima que tinha, disse em inglês:
- Haja o que houver, não fume. D'ont smoke 

( Veja Aqui)

Eu me lembrei de Charlston Heston falando sobre o filme Os dez mandamentos e contando que todos eles faziam ginástica para manter a forma e aparecer melhor com o dorço nu e que Yul Brinner nunca fez ginástica com eles, que era forte naturalmente e que poderia ter vivido muito mais se não houvesse fumado.
Depois deste programa, parei de fumar.
          

         ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Nota: Por pouco não publiquei a foto de Yul Brinner nu em pelo !!! ( KLIKA)

12 comentários:

FABIOTV disse...

Olá, tudo bem? Eu conheço uma pessoa viciada em nicotina mesmo... É um dos meus superiores... Ele fuma escondido até no banheiro... Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

J.F. disse...

Magui, simples propaganda e mensagens nos maços de cigarros não resolvem o problema. Antes de qualquer coisa, a pessoa precisa querer, mesmoooo, parar de fumar. Cheguei a fumar quase dois maços ao dia. Uma ocasião, em uma aula, me deu um tremendo acesso de tosse, com o catarro tomando conta da garganta. Me senti sufocado. Os alunos, na minha frente, me olhavam aterrorizados. Acho que pensavam: "O homem vai morrer aqui!" Passado o acesso, continuei a aula. No intervalo, na sala dos professores, joguei fora o resto do maço e o isqueiro. E nunca mais fumei. Não foi nada fácil! Mas, aguentei. Já fazem mais de vinte anos. Parar de fumar é questão de vontade e não de simples propaganda.

DO disse...

Felizmente vc acordou a tempo e largou esta porcaria,hem Magui.
Tbem acho que deveriam dar um tratamento de choque nas propagandas anti-fumo.
Beijos!

Engraçadinha disse...

Maneiríssimo.

Até twittei o making off da DM9.
Os caras são foda mesmo!

Nanda disse...

Minha mãe fumou por décadas; até começarem os problemas respiratórios. Aí, ela largou de vez. Eu, sempre detestei cigarro e brinco que só 'fumei', enquanto estava na barriga. Beijos, Magui.

Maria Eugênia disse...

Yul Brinner nu em pelo !!!

Comentário típico!

Maria Helena disse...

Magui
Tudo bem????
Fumei por muitos anos, quando um exame constatou que eu tinha um nódulo no pulmão, joguei o cigarro fora, e nunca mais fumei.A decisão foi radical. Fui operada em 2001 e por sorte ou por uma graça divina,
o nódulo era benígno.
Bjs

Tina disse...

Oi Magui!

Concordo com o JF: parar de fumar é questão de vontade e/ou necessidade e não de propaganda.

bom fim de semana!

PS: Lembrei de vc quando vi o comercial da C&A. Genial o making off, super bem produzido.

Maria Inês disse...

Fantástico o comercial. Não vi na TV. Vou ficar de "olho". Adorei!!!!!

Bete disse...

Parei há nove anos.

Bjs

Luci Lacey disse...

17 anos livre do cativeiro!! Uma maravilha nao fumar mais!!

Fábio Mayer disse...

Graças a Deus e à minha incapacidade em seguir as pessoas apenas por seguir, NUNCA FUMEI NA VIDA, salvo passivamente, quando não tinha jeito de fugir. Nunca achei nem bonito nem charmoso e sempre pensei que o fumante efetivamente queima dinheiro. Com 44 anos, me orgulho de nunca ter posto um cigarro nos lábios.

Cigarro é como droga: todo mundo sabe que faz mal e que não deve experimentar. No passado, ainda havia o "glamour" do cigarro, que era promovido pelo cinema e pela TV, mas hoje em dia, não existe mais absolutamente NADA que mostre alguma faceta boa dele. Experimenta hoje em dia quem tem cabeça fraca, quem é maria-vai-com-as-outras, em suma, quem é burro mesmo!

Se no passado as pessoas começavam a fumar era primeiro por desinformação e segundo, porque era chique, era charmoso, e os jovens naturalmente acabavam entrando. Hoje, sabidos os efeitos do cigarro, deixou de ser chique para ser feio: a pessoa destrata a saúde e ainda por cima gasta horrores para manter o vício, que faz mal até pro bolso.

Mau pau fumou por 40 anos seguidos, 3 carteiras por dia, quando pouco. O resultado é que em 23/12 passado o cigarro começou a cobrar a conta: um enfarto fulminante, 39 dias de UTI, 59 de hospital, pontes de safena e marcapasso para fazer o coração funcionar... foi salvo pelo gongo, se tivesse deixado de fumar 5 anos atrás, provavelmente não estaria passando pelos apertos que está passando atualmente.