sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

O mundo gira ...

                              
Os cientístas dizem que o homem tem quatro milhões de neurônios a mais que as mulheres. Não sabem para que servem.

Desconfio que estes neurônios servem para matutarem e  encontrarem modos e  formas para subjugarem as mulheres.  São tratadas como suas exadversas. A história da humanidade mostra isto. Até a narração dos livros sagrados das grandes religiões, tudo escrito e cunhado pelo masculino. São narrativas para impor dominação em séculos de variadas  violências morais e físicas. São os quatro milhões de  neurônios, agindo sem controle lógico.Do mais reles ao mais brilhante, haverá um dia em que irão tentar subjugar a mulher aqui ou ali, perto ou longe.

Senão, porque tantas agressões e mortes, de formas variadas, contra as mulheres do mundo que se recusam a submeterem-se  aos seus caprichos? Não tem outra explicação.

A humanidade muda, procura formas generosas de convivência  mas a mulher continua a ser puxada pelos cabelos...

Um exemplo: Klika

Outro mais comum: KLIKA 


Incrível : KLIKA

3 comentários:

Engraçadinha disse...

Infelizmente é exatamente isso q vc falou. Brilhante.

Bj.

Maria Eugênia disse...

Hoje escutei no rádio que mais uma mulher foi morta pelo "companheiro" em Belo Horizonte. Realmente, há muita coisa mudando no mundo, mas a cabeça do macho - aqui no pior sentido possível de sua definição - não consegue acompanhar apesar dos supostos milhões de neurônios a mais que as mulheres. Sinceramente: acho que esse excedente é que os está atrapalhando...

Fábio Mayer disse...

Estes milhões de neurônios a mais são uma característica física, eles não representam absolutamente NENHUMA vantagem intelectual, estão lá basicamente porque homens tem corpos maiores, seus processos bioquímicos dependem de mais células para chegar ao mesmo efeito, como ocorre em absolutamente todo processo biológico.

Dizer que os homens conspiram eternamente contra as mulheres, é generalizar, porque se isso fosse verdade, não teríamos tido na história grandes mulheres que inclusive, governaram países poderosos como Alemanha e Inglaterra, se essa conspiração global existisse, elas simplesmente não teriam chegado a tais cargos.

Se na história da humanidade as mulheres estiveram em posição secundária, é porque são fisicamente menores e mais frágeis, é algo biológico, na natureza, é a partir do indivíduo mais forte que se desenvolvem os ecossistemas. Isso se verifica claramente hoje, em que a situação está se invertendo, as mulheres são mais adaptadas ao mundo de nossos dias onde a força física não é mais determinante do poder, razão pela qual rapidamente tomam lugares na sociedade e movimentam os processos de igualdade (pelo menos as mulheres que querem isto, o que é outro assunto) da situação, mas isso demanda muito mais que apenas um século de sociedade tecnológica.

Um aspecto interessante é que no Brasil, por Lei, 30% das candidaturas eleitorais devem ser de mulheres, mas na prática elas não representam nem 12% por absoluta falta de candidatas que se apresentem a tal.... sinceramente, nunca vi ninguém impedir uma mulher de registrar candidatura em partido nenhum, elas simplesmente não se candidatam! Mas os homens (maioria no Congresso que votou a tal lei) conspiraram contra as mulheres ao promulgar tal lei?

A igualdade de direitos vem avançando claramente no mundo inteiro a passos largos, só não vê isso quem não quer.

É óbvio que existe resistência à este processo, mas não custa lembrar que boa parte da resistência parte inclusive das próprias mulheres.

Maria Eugênia citou um caso de violência doméstica. Concordo que é uma violência insana, criminosa, desmedida... mas por outro lado, se qualquer um de nós conversar com policiais de delegacias de costumes, vai constatar que na maioria esmagadora dos casos de violência doméstica, as mulheres apanham e não denunciam, quando denunciam, acabam retirando a queixa, quando vêem seus maridos criminosos e violentos presos, não raro tentam livrá-los da cadeia que mereceram pegar!

É aquela coisa, minha mãe sempre disse para minhas irmãs que se um namorado delas, qualquer namorado delas um dia levantar o braço numa discussão, era para dar adeus e nunca mais vê-lo. Indivíduo levanta o braço sem resposta uma vez, na segunda bate, na terceira acha que é direito... mas cabia à mulher estabelecer o limite na primeira ocorrência, e não são raras as mulheres que simplesmente se deixam violentar achando que "ele vai mudar"... isso é fato comprovado, embora nem todos os homens tenham essa atitude.

Essa igualdade de direitos existirá um dia no futuro, ela é parte do processo social e tecnológico que vivemos, mas não se conquista assim de modo imediato. O mundo levou 8 milênios para nos últimos 100 anos esse processo ser desencadeado. Não levará 100 anos para se chegar à igualdade, embora ela não vá levar 8 milênios, basicamente porque a sociedade tecnológica avança mais rápido que isso e, repito, as mulheres estão mais bem preparadas para ela, de modo que em algum tempo, podem até virar a situação e passarem a deter supremacia sobre o sexo masculino, até na esteira da comentada e não raro projetada desnecessidade do homem para a procriação, que já pode ser feita em laboratório.

Daí teremos uma inversão de situação. Pergunto? Será que generalizar em alguns anos dizendo que as mulheres conspiram contra os homens seria correto?