sábado, 12 de outubro de 2013

Brisa, a velhinha

                         
Suas patinhas: Desenhos da mãe natureza
      
Minha cadelinha pincher zero fez dezenove anos. Nem imaginem o trabalhão que ela está dando. Xixi toda hora nos panos da caminha, pelo chão da  casa. Haja jornal e detergente para tirar o cheiro do chão e da panaria . Peço jornal velho na academia, nos vizinhos, no trabalho. Quer atenção como criança. Está cega e com as pernas bambas. Fica difícil  para defecar e nem sei o quanto ela o faz.  Tenho que colocar no colo para ela beber e comer. Quando não dou água com seringa. Sem a maioria dos molares, preciso procurar patê de frango para ela comer.

 Pelo menos consegui reverter o hábito e ela não dorme mais na minha cama mas cheia de cobertores no nível do chão.Mas perto da minha cama. Tenho que elogiar toda hora, ficar com ela no colo senão entra em depressão. 

Pior é que fica andando pela casa, dando cabeçada nos obstáculos, quando não estou e fica exausta. Continua brava e dá mordidelas quando contrariada e um gemido no lugar do latido. Pensar que ela latia alto e muito, cantava com meu filho mais velho,corria atrás da bolinha para brincar, gostava de passear pelas redondezas. Quer passear  mas não consegue andar na rua. Fica parada, a velhinha. Então a levo no colo no mesmo trajeto. Não tenho mais  tempo sobrando, a coisa anda feia pro meu lado!

 Detalhe:Já  enterrou gerações de cachorros de todas as raças e tamanhos e que a desafiavam nos passeios diários , inclusive um que a mordeu há doze anos.
Quando um cachorrão passava por nós eu a pegava no colo e o dono dizia que não tivesse medo pois o seu cão era manso e não mordia. Bons tempos quando eu respondia que o medo era meu pois ela era brava e atacava pra valer.

Hoje não há mais cachorros pois morreram todos e, segundo o veterinário, Brisa vai viver mais do que eu...

Preciso ir pois ela bate as patinhas e a unhas fazem barulho no chão, me chamando. Deve ter feito xixi no chão.Pensar que já houve quem me sugerisse sacrificá-la !

Resultado? Infelizmente: KLIKA
                    Oh! Dó: KLIKA

4 comentários:

Maria Inês disse...

Olá!! Como ela está velhinha.... As 3 daqui de casa estão com 8anos . Parece gente qdo fica velhinha: dependente, doente, exigente e muito mais. Força irmã...

Maria Eugênia disse...

Puxa 19 anos já!!! Realmente o tempo passa rápido para todos, até nossos queridos peludos... ou melhor, no nosso caso peludas! Companheiras fiéis!
É nessa hora que retribuímos uma parte da amizade que eles têm com a gente (humanos.

Fábio Mayer disse...

Que linda ela!

Leticia, minha esposa, é "mãe" do Juca, um daschund com 17 anos, indo pros 18 a passos largos...

Telma disse...

Oi Magui, 19 anos é muito tempo para uma cadelinha, a tua cadela está de parabéns por ser tão forte! Um óptimo dia para ti, Beijinhos