quarta-feira, 20 de julho de 2011

Carro zero quilômetro e julgamento merecido

   
O mundo capitalista não deixa um fio solto. Um exemplo é a compra de Carros Zero.

Inventaram uma garantia de três, cinco anos quando, durante este prazo, o comprador seria obrigado a levar o carro novo para fazer revisões periódicas.  Com a balela que a mão de obra é grátis, cobra-se mais caro  pela troca de óleos e suas respectivas caixas, depois pela corrente dentada - se houver - e sempre mais.

Imagine um carro com seis meses e menos de dois mil quilômetros, trocando os óleos e suas caixas... Seis meses depois, cinco mil quilômetros e trocando corrente dentada, novamente os óleos e suas caixas, peças diferentes. E, por aí vai. Cento e oitenta reais, duzentos e oitenta, trezentos e noventa, quatrocentos e cinquenta seissentos e noventa, mil e tantos ... Seriam seis revisões em poucos anos. Dinheiro entrando em caixa na maior.

Antigamente, as carroças vendidas tinham um ano de garantia ou cinco mil quilômetros e eu não tenho notícia de nenhum motor fundindo. Portanto, uma revisão está bom demais. Depois disso, prefiro o meu mecânico de confiança e quando eu achar que está na hora, faço a manutenção.

Esta é uma das vantagens de ter carro barato. Se der na telha, joga no barranco.


                   **********************
Em boa hora, sabemos que o piadista sem graça a fazer apologia ao crime, desde que não seja com ele, é processado por cultuar os estupradores e fazer  defesa destes vermes em suas apresentações. Ainda há quem vá ver estes porcos comerem as pérolas chegadas pelas bilheterias de seus espetáculos.

Espero que o juiz do processo, como pena, mande-o trabalhar na  ala dos estupradores de sua cidade.

Eu fiz um texto por ocasião do crime: AQUI
Sobre o julgamento: KLIKA

2 comentários:

Nanda disse...

Magui, não vou fazer propaganda, mas o carro de casa tinha apenas uma revisão anual e não era tão caro. Agora imagino que esses importados devem ser bem complicados pra manutenção. E hoje é o Dia do Amigo; beijos e feliz Dia! =)

claudete disse...

É tudo sempre muito desagradável e triste, mas hoje é dia de ficar feliz por estarmos partilhando uma amizade , mesmo virtual, mas de admiração pelo que apredemos com você. Feliz Dia do Amigo, Magui!