segunda-feira, 4 de junho de 2012

Femen

                                 
Tem que chocar as mentes masculinas presas ao sistema falocrata judaico cristão que considera ser mulher sintomatologia de doenças, pecado ou imoralidade. Qualquer coisa que leve a mulher a transitar no terreno ( considerado) masculino é logo chamada de vadia, mandada ir para o fogão ou fazer referência às suas características físicas com deboche.
Elas tem razão: Em um mundo masculino onde a violência é a tônica, há de radicalizar total. O nu da mulher é imoral porque a religião judaico cristã e a cabeça dos homens vencidos assim determinou. Dale! Queremos a queda da Bastilha!

Mais? KLIKA

6 comentários:

Nanda disse...

Magui, obrigada por fazer parte da festa do IP - adorei seu comentário. Sobre o seu template, não entendo nada de blogspot; não sei como fazer o que me pediu. Vou tentar ver com outro amigo; qualquer coisa, te aviso. Beijos.

Maria Eugênia disse...

Magui, estou tendo a seguinte experiência profissional:
1) Meu currículo foi selecionado por uma mulher, e foi muitíssimo elogiado;
2) Fui entrevistada por outra mulher, que ao final da entrevista me contratou;
3)Faço parte de uma equipe de profissionais formada para o desenvolvimento de um projeto;
4)Somos 27 profissionais com curso superior: 04 mulheres e 23 homens,
5)Fui promovida e descobri que o meu salário é o menor dentre os demais profissionais com o mesmo cargo (detalhe: todos são homens);
6) Questionei a minha remuneração às duas "chefes";
Constatei a pior situação possível: há tanto preconceito entre nós mulheres senão mais do que em relação aos homens.
Não vale aqui enumerar as justificativas para a minha remuneração ser inferior a dos profissionais do sexo masculino.
Meu estômago embrulhou... E olha que são mulheres - profissionais mais jovens do que eu. Sempre achei que o preconceito andava de mãos dadas à falta de instrução e a pessoas sem instrução... A cada dia que passa aprendo duramente às custas da minha ingenuidade...

Magui disse...

Maria Eugênia:
Guarde os comprovantes seus e dos homens que ganham mais no mesmo cargo.Denuncie no seu Sindicato ou na procuradoria do Trabalho.Se não quiser, denuncie na Delegacia do Trabalho, peça sigilo e eles farão uma inspecção. Marcus fez isso e deu certo quando seus empregadores recebiam verba da Petrobrás para pagar os empregados mas pagavam menos.

Maria Eugênia disse...

Magui, com certeza farei isto... Darei notícias!

Benedito Ap. da Silva (Benê) disse...

Sobre machistas, muitas mulheres colaboram para isso. Uma proprietária de um jornal onde trabalhei, ao falar da empregada doméstica dizia minha funcionária, mas no dia-a-dia a tratava como escrava. Educa seus dois filhos para machistas, já que nas festas de aniversário dos filhos, convidava outras meninas que conhecia numa festa em outro dia, tentando iniciá-los no sexo. Mais ou menos por aí.

Magui disse...

Para Benedito Ap. da Silva ( Benê)

Estou falando de sistema. É evidente que muitas mulheres repetem as normas deste mesmo sistema. Mais do que as mães estão as inúmeras artistas de televisão e cinema que ,ainda se passam por corretas,feministas e modernas. Isso faz a luta por mudanças mais necessária e mais longa.E, como muitos homens querem a mudança, espero que vc seja um dos nossos.