segunda-feira, 14 de março de 2011

Polícia 24 horas ?



Polícia que não atende o chamado de um cidadão não é polícia.

Meu vizinho é milionário, grande empresário, com frigorífico, fábrica de derivados. O que ele exporta de lagostim, criado nas águas do Rio Doce, já o tornaria rico.

Ele vem para sua casa com carro importado valendo uma fortuna, blindado, alumiano qui nem graxa ( Como dizia uma lavadeira que mamãe teve, antes de existir a máquina de lavar roupa...) e , ao chegar , telefona para a caseira e o Guaralarme para ver se o caminho está limpo.

Por estes dias ele veio e deixou o carro na rua, certo de que nenhum mequetrefe vai roubá-lo pois não saberia como dirigí-lo. Embora ladrões estejam sumidos , durante o dia, quando ele saiu para jogar tênis na casa de um amigo, apareceram dois homens, sentaram -se no canto da rua e lá ficaram. A caseira , apavorada, pediu que eu também telefonasse para o 190 porque estavam , claramente, de tocaia.

Enquanto ela telefonava de lá, eu o fazia de cá. A PM? Nem tchum... Então, eu sugeri que telefonássemos para o Guaralarme, (Monitoramento 24 horas) pois nós duas temos este sistema.
Neste meio tempo, o carro da polícia passou na rua perpendicular à nossa. Os dois caras devem ter visto porque saíram correndo, atravessaram a rua, entraram no lote em frente à minha casa.
Continuamos a insistir com o 190 e para o Guaralarme que deu instruções para ficarmos dentro de casa. Quando chegaram, subiram no muro do lote e viram os dois, pulando para a casa da rua de baixo. Desceram, em suas motos , e, os viram correndo rua abaixo e sumindo .

A PM não apareceu. Então eu telefonei e falei cobras e lagartos e, entre outras coisas, perguntei que polícia é esta que recebe dois ratos na ratoeira e os deixa fugir. Desliguei, gritando Socorro, polícia! Minutos depois, um tenente telefona para justificar e um carro da PM vai até à casa da vizinha , ambos dando desculpas esfarrapadas.

Pois é, estes dois, eu os reconheci, foram os que mataram o PM à paisana que lanchava com a família, um dia após o descrito acima. Já estão presos.
Esta semana saiu uma reportagem, mostrando a gravação de uma mulher, pedindo socorro porque havia alguém estranho na porta da casa dela, em Vila Velha. Não foi atendida e seu marido foi morto ao chegar em casa.

Assim não dá. Assim não pode.


9 comentários:

blogdaserra.com disse...

Credo, Maqui! As PMs estão ficando todas iguais, de uma inutilidade a toda prova!

DO disse...

Estas noticias dão-me medo,Magui . O olha que não sou nenhum bunda-mole,rsss. Qdo a gente acha que não tem como piorar,vem o noticiário e ficamos sabendo de coisas ainda piores. Agora nem a policia tem funcionado mais.Até qdo?Vivo dizendo que enquanto não pegarem algum potico graúdo,nada vai mudar. Será?

Qto ao seu post sobre a tragédia no Japão,ontem soube que isto é quase impossível por aqui. Só se "caisse um meteoro no mar" ou o "vulcão nas Ilhas Canárias desabasse no mar". Mas existem outras catástrofes que temos ainda que aprender a nos prevenirmos: eleger governantes safados e/ou incompetentes por exemplo,rss
beijos!

Engraçadinha disse...

O negócio tem q sair no Jornal Nacional para surtir algum efeito?

Fábio Mayer disse...

Aqui em casa, sofro com idiotas sertanejos que as 3 da manhã, resolvem fazer um carnaval na porta da minha casa, regado a bebida alcoolica e drogas. Já fui tentar pedir que diminuissem o som, me ameaçaram de morte.

O 190 "nem tchuns" é absolutamente INÙTIL tentar acioná-lo, sendo que, quando encaminho denúncia para a corregedoria da PM, me devolvem uma desculpa esfarrapada.

O Brasileiro está nãs mãos de Deus, e só! 190 é tão inútil quanto BO...

claudete disse...

Pois é Magui se não fosse triste a situação seria hilário, dá pra rir lendo seu relato, Deus até onde vai parar tanto descaso e trapalhadas...Estamos sós, não tem jeito , ainda que falem que generalizar é cruel os fatos comprovam o dito.Abraços.

Cadinho RoCo disse...

É preciso colocar tudo isso na Internet sim, porque é um absurdo. Começo mobilização para que manifestemos indignação nas filas das lotéricas, verdadeiro desrespeito da Caixa Econômica Federal para com a população. Um país que não se dá ao respeito...
Cadinho RoCo

Vi e falei disse...

Próxima vez, liga e diz que vc atirou nos dois e que estão caídos na rua e vc não sabe se mortos ou não. Ai eles vem rapidinho.

Triste não é?!

Bete disse...

Aqui não é diferente, Infelizmente.
Será que um dia ainda vamos ver esse quadro mudar?
Bjs

Miguel disse...

Puro descaso com o cidadão que luta e paga seus impostos. Inadmissível, uma irresponsabilidade dessas é inaceitável, não sou advogado e não sei os procedimentos, mas é o caso de um evento mais grave, processar o estado e exigir indenizações faraônicas. Se todos fizessem isso, mas, sei lá, isto é uma terra de ninguém. Beijo minha cara.