domingo, 24 de março de 2013

Rede Record: O pior da escolha


A rede de canais de televisão da Record  tornou-se uma página policial. Não é possível acompanhar sua programação jornalística. Transformou-se em balcão de denúncias de todos os tipos. Página policial total.

Outro dia, enquanto Ana Paula Padrão dava suas notícias sobre crimes do mundo todo, lembrei-me que ela era considerada alto padrão de jornalismo. Em que se transformara !  Pois, dias depois ela pediu demissão. Foi embora. Eu, que não acreditava na fama ,por considerá-la vaidosa demais, fui obrigada a aceitar sua decantada competência e lucidez.

A tese central da origem da hegemonia destas notícias de crimes, sempre os piores, ou o lado pior da notícia, do enfoque destrutivo pode estar por trás da vontade do convencimento necessário para acreditar que o mundo vai de mal a pior. Talvez o objetivo seja espalhar a crença que apegar-se à religião é  saída para enfrentar tanta mixórdia.

Pode ser que a contratação de jornalista, que se dá como investigativo criminal e deus de sua pauta, seja a origem dessa orientação equivocada.

Se antes era possível dar preferência ao jornal da Record, hoje o melhor é passar longe. Assim , os neurônios ficam poupados de serem  municiados pela sujeira criminal e o pessimismo catastrófico  do planeta.

6 comentários:

raima fontenele disse...

TOC TOC ... Tem alguém sim!
Quanto ao Jornal da RECORD ...
Fico com o JORNAL da EBC e gosto da RECORD NEWS tb...
Pois mudar para o BORIS, BONNER e etc...
Se temos medo de sair de casa com a RECORD o com a GLOBO e a BAND o BRASIL só tem miséria e corrupção e sem falar que as nossas estatais vão para o BURACO... Quanto ao SBT ... Nem opinião me resta... Nesse caso transformei minha TV de 42' em um GRANDEEEE monitor. \o/

Nanda disse...

Magui, se não estou enganada; ela saiu de Globo para o SBT porque queria mudar de horário de trabalho, já que apresentava o jornal por volta da meia-noite. Ela queria ter filhos. Depois, foi pra Record, com um belo salário e acabou nisso que você descreveu. Na última Olimpíada, num ato falho, ela ao vivo comentou que estava no Jornal da Globo. Beijos, boa semana e, apesar da demora, tem DH na caverna.

Maria Inês disse...

Olá! Por acaso entro na Record com o Marcelo Resende. Que horror!!! E o programa com a Ana Hickman à tarde? Terrível. Não há nada que preste em nenhum canal mas, na Record é um horror. O melhor é ler um bom livro ou ficar aqui na internet. Bjs.

Anônimo disse...

Quando não falam de crimes terríveis fazem reportagens sobre o mundo dos milionários, tudo sobre as coisas mais caras e superfulas do mundo, cultura inútil. Tudo ao meu ver para angustiar e frustrar as pessoas simples que ficam em casa. Nada que instrua ou ensine algo produtivo.Começo a pensar: o mundo está muito violento e não posso sair de casa,pois posso ser sequestrado, assaltado ou até mesmo levar um tiro só porque estou andando na rua, ou fico sonhando com uma vida que nunca vou ter, a menos que eu passe alguém para tráz, pois tem tanta gente rica e eu ainda sou pobre. Resumindo: Procure a igreja do tio Edir Macedo porque só aí vc vai encontrar a paz de espírito e se salvar dessa babilônia.

Edite disse...

Tá certo que os noticiários fazem muito sensacionalismo em torno da notícia. Mas, realmente, eu particularmente acredito que a maldade no mundo tem aumentado m,uito. E fico sempre indignada com as atrocidades que a mídia mostra. Não podemos descansar na desculpa de que talvez o objetivo seja seguir esta ou aquela religião. Mas que algo precisa mudar, ah, isso precisa. Onde? Sei lá nas pessoas, igrejas, políticos .... o certo é que precisamos de mais ações que visem a gerartransformações..

Edite disse...

Ah, e esqueci-me de mencionar o quesito "educação" começando em casa , pelas famílias.