sábado, 13 de agosto de 2016

Chumaços de grama para o burro

                               

Eu sempre quis alimentar um equino. Cavalo ou mula, fosse o que fosse. Cavalo é um bicho bonito e os que passam por aqui, perto da minha casa, são bem mansos. O pessoal da zoonose recolhe com carros próprios quando soltos pela rua.

Tem um carroceiro que vai nos lotes das redondezas cortar mato para seu burro. Eu vi sua  carroça parada, peguei grama do meu jardim e fui oferecer para o animal. Antes perguntei ao dono se o burro comeria mesmo com o freio na boca. Ele disse que sim e autorizou-me alimentar o bicho. Então, eu lhe ofereci um  chumaço de grama verdinha e tenra.  Ele cheirou a grama, minha mão e comeu. Busquei mais duas vezes e ele comeu. Na terceira vez ele seguiu-me com o olhar, ficou olhando eu pegar a grama  e, quando dei a ele com a mão aberta, ele  já comeu sem medo, sem dar puxão e sem cheirar minha mão. 

Parece bobagem mas ganhei o dia.

Um comentário:

Micha Descontrolada disse...

Que lindo!
Nas pequenas coisas que mora a felicidade.

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα ツ