terça-feira, 30 de agosto de 2016

Seria bipolar ?

O ator MAA. Seu  personagem volta-se enquanto é  baleado pelas costas.

Eu gosto de fã clube. É formado por um grupo de pessoas que se junta em torno de algum artista. Nesse lugar trabalham com o que chega através da mídia ou dos assessores, que soltam o que lhes convém.
Geralmente, escondem as doenças e transtornos sofridos pelos artistas e  só chegam completamente com a notícia de sua morte. São como nós, com suas inseguranças, doenças e traições de amigos, parceiros, empresários espertinhos. A vida não é fácil para ninguém.

Atualmente estou acompanhando as fofocas sobre o artista Mehmet Akif Alakurt porque chegou até nós com a novela Sila e o que tem publicado no Youtube. Então, não é nada bom saber que ele não tem equilíbrio e força para enfrentar os invejosos, os medíocres os que não aceitam que o artista queira ter sua independência para criar.

Vi um documentário sobre o filme O Beijo da Mulher Aranha, onde o diretor , Hector Babenco, relata como escolheu o elenco, como buscou tirar o máximo de cada um. Especialmente  William Hurt, porque ele teve que fazer dois tipos no mesmo papel e durante a história. O  ator reclamou, muito nervoso, que Babenco queria comer sua alma. O ambiente ficou tenso mas o ator seguiu as instruções do diretor e foi brilhante.

Entretanto, o que chamou minha atenção foi Babenco  dizer que em todo ambiente de filmagens é sempre cheio de irritações, questiúnculas, discordâncias e ranhetas. Que o diretor consegue tirar tudo de um artista que questiona e reclama porque este quer acertar e está com a adrenalina do filme.
Tudo isso é para dizer que MAA entrou em parafuso e, dizem, que foi colocado na geladeira por reclamar e exigir demais, achando-se estrela.

Eu só queria saber como um artista é encostado quando dá audiência, dá retorno, tem sucesso no mundo todo. Como pode um ator ser encostado porque exige melhor condição nas roupas desleixadas pelo roupeiro ou não gosta quando os  outros atores não chegam  na hora certa e prontos para as gravações. No Brasil esse tipo de artista é tratado a pão de ló. Ah, esqueci que a Turquia não tem artista internacional, é principiante na teledramaturgia  e sequer é uma democracia.

Que MAA encontre a maturidade para continuar mostrando seu trabalho. Tomara que não  seja bipolar. E, aprenda que em toda profissão tem aqueles que tentam dificultar, que querem nos ver pelas costas. Que seja mais tolerante, menos perfeccionista . Ser belo e mimado  não basta e o controle da sensibilidade passa pelo amor das fãs.

Volta MAA !

Quem é esse cara? Qual é a dele? Será que volta? KLIKA


Um comentário:

Maria Helena disse...

Eu aprecio o trabalho de Mehmet Akif Alakurt acho-0 muito talentoso, e realmente ele da vida como ninguém ao seu personagem, que pena não estar sendo valorizado
Por que quem perde somos nós seu público