sexta-feira, 10 de março de 2017

Onde fica o Maranhão?

- Que criatividade !!
                               
O Brasil tem um estado da federação  com o nome de Maranhão. É pobre, pobre, pobre de marré deci. O que chega para nós é a falta de infra estrutura, povo vivendo qual bicho a ponto de pais viverem com suas filhas em estado marital, reproduzindo  analfabetos e perdidos em cabanas primitivas no meio do mato.

O status político é caso de cadeia mas ninguém, juiz nenhum e muito menos o Ministério Público estadual ou federal movem uma palha. Pelo contrário, são subservientes aos saques ao erário público, cometidos pelos políticos em todos os níveis e cargos. Cada um pega seu quinhão do parco dinheiro.


O desamor dos integrantes do sistema é representada por sua riqueza superlativa. Apoderaram de verbas milionárias, orçadas para obras públicas de infra estrutura, que não foram feitas e ninguém pediu para prestar contas. Obras e dinheiro? Sumiram no bolso dos mesmos.


O cabeça mor tem o Maranhão como Capitania Hereditária. Mas para garantir lugar para todos da família nas tetas do estado e talvez sem saber exatamente onde fica o Amapá, candidatou-se a senador da república por aquele estado. E ... venceu. Um poderoso que jamais levou benefícios para os estados a que representa mas para si próprio. Besta é tu ...

A uma jornalista que ousou denunciar seus desmandos e roubalheiras tacou-lhe um processo. A profissional foi condenada, nenhuma entidade do jornalismo ousou abrir o bico a seu favor ou em nome da liberdade de imprensa, perdeu até sua casa. Não importou se a lei exclui o imóvel onde reside o réu para pagamento de dívida. ( AQUI )

O sistema carcerário não existe. São masmorras onde jazem os excluídos que atrevem ser ladrões e assassinos como resultado da lama e da miséria. E, quando resolvem mostrar sua pior face, nada inferior mas a mesma da moeda dos poderosos, com outra roupagem,  exterminam uns aos outros, aos mangotes e à exaustão. O foco sai dos ricos para os pobres. Bandidos tem máscaras diferentes mas a mesma autoria na confecção.


E a elite, que nada no dinheiro, resolve punir o povo do estado do Maranhão mais uma vez. Um juizeco dá sentença em menos de seis meses, com férias e festas intermináveis parando o país, e manda o povo pagar indenização de cem mil por cabeça dos mortos em penitenciária vil. Vinte e oito vezes cem mil.

Uma simples ação de alimentos dura anos e anos, um registro de distribuição e despacho para citação leva três meses, um registro de Carta de Sentença de quatro linhas leva três meses... E ninguém ajuizou ação pedindo a indenização. Foi iniciativa do MM alienado. Como ele é bonzinho, amparando a família dos bandidos que não dependiam do seu trabalho. E, por dano moral !!! Socorro. Com base em decisão do STF, distante do brasileiro tanto quanto  o povo da Etiópia. Esses imbecis não percebem que os responsáveis pela miséria de tudo são  os mandatários do estado. Mas pune o povo porque é sabujo dessa gente? Que juiz é esse?!

O Brasil é uma nação sem futuro mas o Maranhão é um buraco sem fundo. O povo maranhense restaria fugir desse lugar se tivesse forças ou capacidade, depois de ser reduzido a capacho inerte e pisado, milhares de vezes, por seus donos e senhores.


O lixo da sociedade está aqui KLIKA



Nenhum comentário: